via M. - Startseite
AKTUELL + VORSCHAU
Archiv 2012 bis 2016
Archiv 2008 bis 2011
Publikationen
Buchempfehlungen
Links + Infos
Infos em português
Profil
Kontakt + Impressum


 

I N F O R M A Ç Õ E S  em  P O R T U G U Ê S

 

 

 

Tudo começou em Porto Alegre:

Durante um estágio no Instituto Goethe Porto Alegre conheci uma viva cena cultural que abrange música, artes plásticas, dança e em especial teatro. Participei, observei, coordenei encontros e fiz amizades que duram até os dias de hoje. O fascínio que desenvolvi, não só pela região de Porto Alegre e pelos estados sulistas mas por todo o Brasil, baseia-se principalmente no fato de um país tropical e exótico ter fortes ligações com a minha terra natal e ter regionalismos com tradição alemã.

 

Sem querer cultivar um folclore alemão, mas querendo manter e intensificar vínculos culturais entre a Alemanha e o Brasil, trabalhei como assistente na ifa-Galerie em Bonn (Galerie des Instituts für Auslandsbeziehungen / Galeria do Instituto para Assuntos Estrangeiros), e paralelamente estudei História da Arte na Faculdade da mesma cidade, que terminei com uma tese sobre a história da Bienal Internacional de São Paulo, da qual a Alemanha participa desde a primeira vez em 1951.

 

Depois coordenei o escritório da Deutsch-Brasilianische Gesellschaft e.V. (Associação Brasil-Alemanha) em Bonn, e continuei na redação da TÓPICOS, que é a revista trimestral dessa Associação, quando morei em Berlim e depois em São Paulo.

 

Desde o “dia da mentira” do ano 2004 morei em São Paulo, e trabalhei como Coordenadora de Projetos Culturais no Instituto Martius-Staden. Neste Instituto, que tem ligação institucional com o Colégio Visconde de Porto Seguro, escola que oferece um currículo bilíngue brasileiro-alemão desde a educação infantil, passando pelo ensino fundamental e médio, até o Abitur alemão, organizei muitos eventos culturais (como exposições, concertos, lançamento de livros, etc.) em vários locais: no próprio Instituto Martius-Staden, nos Auditórios do Colégio Visconde de Porto Seguro, na renomada Sala São Paulo, no SESC, entre outros. E também fiz parte da equipe de redação do Anuário Martius-Staden, publicação científica cultural que existe desde o ano de 1953. Nestes quatro anos surgiram várias parcerias com outras instituições e personalidades, que o Instituto Martius-Staden continua mantendo – e que eu, pararelamente, pretendo manter e aumentar ao mesmo tempo.

 

Desde a minha volta para Alemanha iniciei e colaborei com vários projetos culturais, entre eles como autora e palestrante na exposição Hans Günter Flieg – Dokumentarfotografie aus Brasilien (1940 – 1970), que o museu Kunstsammlungen Chemnitz coordenou e itinerou de lá para Bamberg e Stuttgart. Houve algumas parcerias com a Deutsch-Brasilianische Gesellschaft, principalmente com o Distrito de Baden-Württemberg, por exemplo na vinda do Trio Villa-Lobos no mês de abril de 2009, ou, recentemente com a turnê do Expresso 25 de Porto Alegre em Janeiro de 2010. 

 

Também terminei o meu doutorado na Universidade de Bonn com a defesa. O título da tese é: Kulturaustausch zwischen Brasilien und Deutschland im Zusammenhang mit den Gründungsjahren der Biennale São Paulo. Foi publicado recentemente na editora Transcript, em Bielefeld:

www.transcript-verlag.de/ts2279/ts2279.php

 

Em 2009/10 colaborei intensamente com o Arquivo da Hochschule für Gestaltung em Ulm, que mantém o acervo da Escola Superior de Desenho Industrial, instituição que deixava viva a tradição da Bauhaus de Weimar e Dessau e que foi fechada em 1968. O projeto principal foi incluir ao arquivo da HfG o acervo do Prof. William S. Huff.

 

Desde 2011 trabalho numa empresa internacional e continuo trabalhando para o distrito de Baden-Württemberg dentro da Deutsch-Brasilianische Gesellschaft.

 

 

Dr. Martina Merklinger

Stuttgart, Maio de 2013

 

 

 

 

 

Matérias, tanto científicas sobre artes plásticas no Brasil e outros assuntos bi-culturais, quanto de caráter ensaístico, enriquecem o meu desempenho no eixo Brasil-Alemanha.

Top